Blog

O papel do gestor na valorização dos seus professores

Muito se fala sobre a importância de se valorizar os professores em sua sociedade. Afinal, são eles que estão na linha de frente do processo de educação das crianças e jovens, que precisam ser bem preparados para que o futuro de qualquer país seja melhor e com mais qualidade de vida, respeito e bem-estar para todos.

Não há como negar a veracidade deste pensamento, mas o desafio maior é: como fazer isso? Um dos aspectos desta discussão é o que falaremos agora. Qual o papel do gestor de uma escola no processo de valorização dos seus professores? De que forma ele pode auxiliar no melhor rendimento dos profissionais para que o ensino ganhe qualidade? A seguir, apresentaremos alguns pontos relevantes deste tema.

 

Valorização em todos os sentidos

 

A primeira resposta é entender que valorização tem várias vertentes. Obviamente, há o aspecto financeiro. O gestor deve realizar um planejamento de orçamento, de receitas e custos, que permita o maior salário possível, e merecido, para os professores. Isso é um fato bastante discutido.

Porém, não é o único tipo de valorização. É fundamental que haja também o reconhecimento do trabalho dos bons professores, com elogios, reuniões de feedback, etc. Além disso, é papel do gestor manter a harmonia entre o grupo de profissionais. Assim, todos trabalham mais unidos e motivados, remando para o mesmo lado, que leve ao sucesso das aulas.

Portanto, a valorização é financeira, mas também passa por boas conversas, por escutar as sugestões e pedidos dos professores, as boas condições de trabalho (materiais didáticos de qualidade, estrutura da escola nova e o mais moderna possível) e a criação de um ambiente agradável, para que todos rendam ao máximo.

 

Estímulo ao estudo contínuo dos profissionais

 

Outro papel importante do gestor na valorização dos professores é mantê-los sempre interessados em saber mais, evitando acomodações. Para isso, é fundamental que haja o estímulo para que eles façam cursos, busquem pós-graduações, mestrados, etc.

Além disso, é possível buscar eventuais parcerias com outros grupos de educação para que haja um intercâmbio de conhecimentos, com palestras, workshops, etc. O fato é que um dos papeis do gestor é buscar sempre qualificar seus profissionais, independentemente da área.

 

Relacionamento próximo com os professores

 

Por fim, ainda podemos citar mais um ponto importante no trabalho de valorização dos profissionais: um relacionamento próximo e que leve a melhorias do professor em suas atividades. Os aspectos citados acima já aparecem como boas dicas, mas há ainda mais um aspecto.

É fundamental que o gestor esteja próximo aos professores. Não apenas para ouvi-los, mas também para saber em que partes eles podem melhorar, como se relacionam com os alunos. Por isso, se possível, é importante participar de algumas aulas, para ver como as turmas reagem ao trabalho do profissional, etc.

Ao ver que há uma preocupação dos diretores em acompanhar o trabalho, os professores certamente se sentem mais motivados a seguir e melhorar. Se sentirem que não há nenhuma conexão ou possibilidade de melhora, a tendência é de uma acomodação indesejada e ruim para o rendimento do mesmo, gerando, no fim, uma desvalorização.

Estas são algumas das questões relacionadas à valorização dos professores por parte dos gestores. Quando se fala no tema, muito se pensa em maiores salários. É um dos aspectos, sim. Mas há muito mais a ser feito para que o relacionamento seja completo e gere melhorias perceptíveis no trabalho de cada profissional.

O papel do gestor na valorização dos seus professores

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *