Conheça 10 didáticas inovadoras para as novas gerações

Compartilhe! Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Vivemos a época das maiores e mais rápidas transformações sociais e tecnológicas, capitaneadas pela chamada Era da Informação e que trouxeram novos desafios para a educação.

Segundo dados de uma pesquisa realizada em conjunto pelo Instituto Ayrton Senna, Instituto Unibanco, Fundação Bravo e Insper, 2,8 milhões de adolescentes entre 15 e 17 anos não se matricularam no inicio do ano letivo de 2018. Ainda de acordo com a pesquisa, as principais causas de evasão são a qualidade do ensino e a falta de interesse.

A escola foi, há muito tempo, superada pelas interações tecnológicas que os estudantes têm fora da sala de aula, como as redes sociais, os videogames e as plataformas de vídeo, mas está correndo atrás do prejuízo.

Novos materiais e recursos estão sendo integrados à escola para reacender o interesse dos alunos, e metodologias inovadoras trazem formas mais eficientes de transmitir conhecimento para as crianças e adolescentes do século 21.

Confira a seguir algumas didáticas que podem revolucionar o ensino:

Ensino híbrido

Em muitos países, o modelo de ensino tradicional foi substituído por uma abordagem de ensino mais prática, com a adoção prioritária de projetos em sala de aula e a segregação dos conteúdos teóricos para serem estudados em casa. Neste caso, o professor é um mediador durante a execução dos projetos, e avalia se os conhecimentos estão sendo aplicados corretamente pelos estudantes.

Gameficação

A gameficação é uma tendência mundial para a retenção de conhecimento e engajamento, sendo até 60% mais eficientes do que os métodos normais de ensino. Jogos virtuais e físicos com viés educativo têm sido cada vez mais utilizados em escolas ao redor do mundo, principalmente pela sua capacidade de envolver os estudantes em narrativas envolventes e conectar os alunos entre si.

Storytelling

O storytelling é uma palavra em inglês que pode ser traduzida como “contação de histórias”, e utiliza as técnicas de comunicação com histórias para envolver os estudantes no conteúdo. Dezenas de tecnologias e recursos podem ser utilizados e interconectados para transmitir conhecimentos através das histórias, como narrações, músicas, vídeos e quadrinhos, por exemplo.

Aula ao Ar Livre

Esta é uma metodologia que é um pouco mais complicada para ser posta em prática, pois não é fácil sair com os alunos do ambiente escolar, mas definitivamente vale a pena. O ensino ao ar livre é sempre memorável e tem uma alta taxa de retenção dos conhecimentos. Além disso, podes ser interdisciplinares e desenvolver o trabalho em grupo e a autonomia.

Mobile Learning

Levar a sala de aula no bolso é uma tendência presente em vários dos países mais desenvolvidos do mundo em educação, e pode traçar novos rumos para os estudantes brasileiros.

A utilização de smartphones e tablets deve ser abraçada pela escola, e não reprimida, afinal esta batalha já está perdida. Existem centenas de possibilidades para utilizar essas tecnologias como um complemento para as aulas, com a utilização de jogos educativos, videoaulas, aplicativos e até mesmo a realização de atividades e provas online.

Compartilhe! Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *