tecnologia a servico da educação

Tecnologia a serviço da educação

Compartilhe! Share on Facebook15Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Nas escolas, muitos professores e diretores têm se preocupado com o constante uso da tecnologia por parte dos seus alunos, que insistem em permanecer conectados aos seus smartphones mesmo durante as aulas.

No entanto, ao invés de tentar combater os aparatos tecnológicos, a medida mais inteligente é colocá-los a serviço da educação, desde os níveis infantis até pós-graduação.

 

A tecnologia já tem sido utilizada para aprimorar os processos educativos de diferentes formas, por exemplo:

tecnologia a servico da educação

1. Compartilhamento de conhecimento

Sob orientação dos professores, os alunos podem utilizar os seus celulares, tablets e laptops para fazer pesquisas durante a aula, relacionadas à disciplina.

Com isso, podem buscar, em tempo real, informações diferentes das que constam nos livros didáticos e esclarecer dúvidas.

É uma oportunidade de abrir o diálogo e também de o professor dar dicas de como selecionar boas fontes para pesquisar na web.

Nesse aspecto, clareza de objetivos é fundamental. Uma atividade como essa precisa ser muito bem orientada para que cumpra seu papel.

2. Simulação de fenômenos

Graças à internet, o professor pode mostrar aos seus alunos como funciona o ciclo da água, a divisão celular, a formação de um tornado e tantos outros fenômenos que são abordados.

Quando o estudante consegue visualizar, está ativando mais uma área do cérebro, o que facilita muito o entendimento.

Além disso, mostrar vídeos e simulações como essas faz com que a aula fique muito mais atrativa.

Se o professor está disputando a atenção com os celulares da turma, deve estar pronto para isso.

3. Mundo real

Outra aplicação da tecnologia a serviço da educação é a possibilidade de fazer conexões entre a teoria e como ela se aplica no mundo real, mostrando notícias registradas em qualquer parte do mundo.

É uma forma de demonstrar que os conteúdos que estão sendo trabalhados têm uma razão de ser, ou seja, fazem sentido e realmente precisam ser estudados.

4. Sistemas de gestão

Existem sistemas de gestão específicos para escolas e universidades, que facilitam a administração dos muitos setores que compõem esse tipo de instituição.

O Portal Dominus é um exemplo, que além de oferecer um recurso de gerenciamento para que a direção acompanhe mais de perto o rendimento de professores e alunos, também conta com uma plataforma para os estudantes acompanharem as parciais dos boletins, realizarem atividades, participarem de fóruns de discussão e muito mais.

O mesmo portal também tem um serviço para que os pais ou responsáveis acompanhem as notas e faltas e para que os professores mantenham todas essas informações atualizadas. É um sistema que integra professores, diretores, alunos e familiares.

5. Jogos

Os games educativos são outra prova de o quanto a tecnologia pode contribuir com a educação.

Por meio deles, os alunos aprendem de uma forma mais divertida, e vivenciam situações, experimentam-nas.

Um adendo: para que os estudantes se beneficiem de tudo que a tecnologia pode lhes oferecer, é fundamental que os professores sejam capacitados para isso.

Portanto, o primeiro passo das instituições de ensino é investir na preparação dos profissionais para o uso pedagógico dos recursos tecnológicos.

Compartilhe! Share on Facebook15Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *