desafios-do-professor-na-atualidade

Desafios do professor na atualidade

Compartilhe! Share on Facebook17Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”.

A frase de Paulo Freire deixa clara a importância da educação e, por consequência, do professor.

No entanto, há de se considerar que assim como a função desse profissional vem mudando ao longo do tempo, os desafios aos quais ele está exposto também.

Por isso, é importante refletir e discutir a respeito das principais implicações ao trabalho do professor na atualidade.

desafios-do-professor-na-atualidade

Um dos maiores desafios, que se coloca tanto para os professores da educação infantil quanto universitários, é mediar o desafio de mediar a relação dos alunos com o mundo que os rodeia no contexto da era da informação.

Graças à internet e o acesso de crianças, adolescentes a adultos a ela, as notícias se propagam rapidamente. Além disso, a ferramenta também faz com que os estudantes tenham acesso a todos os tipos de conteúdos sem depender necessariamente dos livros didáticos e da escola/universidade.

No entanto, como separar as informações verdadeiras das falsas?

Como encontrar fontes de pesquisas confiáveis que realmente possam acrescentar algo e não atrapalhar o processo de aprendizagem?

Esse é o primeiro desafio do professor contemporâneo.

É inegável que o professor disputa a atenção da turma com os dispositivos tecnológicos o tempo todo. Mas a proibição não é o melhor caminho, pois além de não ser ineficiente, a internet pode trazer muitos benefícios e incrementar a construção do conhecimento.

O desafio, portanto, é orientar esse uso e extrair dele o melhor possível.

Outro ponto importante é que a formação de professores no Brasil não acompanhou as evoluções dos últimos tempos, tornando-se mais um desafio.

Os cursos voltados para quem pretende atuar em sala de aula ainda se prendem muito à teoria, ao passo em que a educação moderna deve demonstrar como essa teoria se aplica na prática.

É comum que os professores saiam dos bancos universitários sem a devida preparação para isso.

Os professores que optam pela educação infantil, ensino fundamental e até ensino médio se deparam ainda com outros desafios no dia a dia em sala de aula.

Infelizmente, tem sido cada vez mais comum que os pais deleguem a esses profissionais a tarefa de educar quando, na verdade, o que cabe a eles é ensinar.

Muitas vezes, isso é motivado pela alta carga de trabalho dos pais, que nem sempre têm tempo suficiente para dar a atenção necessária aos filhos.

Como consequência, o professor acaba perdendo muito tempo resolvendo problemas de indisciplina e até precisando trabalhar traumas que as crianças e adolescentes trazem da sua vivência fora da escola.

E aqui, mais uma vez, entra um problema curricular: na maioria das universidades, a carga horária de disciplinas relacionadas aos fundamentos da educação e psicologia nos cursos de pedagogia e licenciaturas é insuficiente.

Isso faz também com que o professor não chegue à sala de aula preparado para trabalhar com alunos que possuem dificuldades de aprendizagem e outros déficits, necessitando de uma atenção especial.

Buscar a formação continuada é uma das melhores formas de vencer os desafios embutidos nessa profissão.

Compartilhe! Share on Facebook17Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *